Escola do Ano no Cannes Lions 2019, Prêmio de Student of The Year da Archive – pela primeira vez com a unidade do Rio de Janeiro no mês passado – e, no último final de semana, a Miami Ad School foi a escola mais premiada na categoria Estudante do Festival do Clube.

Esses são só os reconhecimentos mais recentes. São 17 anos recebendo diversos prêmios em diferentes festivais e países mas, principalmente, ampliando o olhar de futuros e atuais profissionais das áreas de propaganda e comunicação.

O VoxNews conversou com Paulo André Bione, sócio e diretor-acadêmico da Miami Ad School no Brasil, que conta sobre a sua parceria com a escola e porque resolveu atuar na área acadêmica após passar por grandes agências como Ogilvy, W/Brasil, Talent como redator e ter atuado como diretor de Criação da QG Propaganda, do grupo Talent e da 141 Soho Sq, do grupo WPP.

 

VoxNews – Nos conte sobre a sua parceria com a Miami Ad School.

Paulo André Bione – Estou no projeto desde 2002. Primeiro como Coordenador e hoje como Sócio-Diretor Acadêmico das nossas duas unidades: São Paulo e Rio de Janeiro. Eu sempre quis ensinar. No passado, alguém teve paciência comigo. E eu sempre tive vontade de retribuir. Mas não apenas olhando pastas. E sim, participando de algo mais efetivo e consistente.

Mas as opções na época não me seduziam. Eu olhava os modelos tradicionais e não era o que eu procurava academicamente. Eu procurava um método mais real life, disruptivo e que, no final do processo, o aluno percebesse a transformação. Até que eu descobri que a Miami Ad School chegaria ao Brasil. Entrei em contato, deu match logo de cara e já temos 17 anos de muitas histórias.

 

VoxNews – Desde a sua fundação a escola é reconhecida por entregar profissionais completos para o mercado de comunicação. Como funciona esse processo?

Paulo André Bione – O processo se baseia em uma metodologia acompanhada de um tempo de aprendizado. Primeiro, ajudamos o aluno a desenvolver um critério criativo. Depois inserimos ele dentro do universo da criatividade com todas as suas abordagens. A partir desse momento ele recebe orientações para melhor evolução da ideia e execução. Tudo isto inserido dentro de um programa que vai de sete meses a dois anos. Neste período o aluno participa de uma série de atividades, constrói uma super network com os profissionais mais incríveis do mercado e vive uma experiência de transformação. Criativa e pessoal.

 

VoxNews – A unidade de São Paulo já tinha recebido esse reconhecimento da Archive. Como é conquistar o prêmio de Student of The Year em um mercado tão diferenciado como o Rio de Janeiro?

Paulo André Bione – É a quinta vez que o Brasil ganha este prêmio e todos pela Miami Ad School. Somos penta. E nesta edição ganhamos com a Miami Ad School Rio de Janeiro. Um prêmio inédito para a cidade e colocando a Miami Rio entre as melhores escola do mundo.

 

VoxNews – Os alunos premiados estão em agências do mercado? Caso sim, em quais?

Paulo André Bione – Sim. Todos. Tem alunos fazendo internship e outros contratados. Tiago Daltro é Creative Intern na F/Nazca (dentro do programa de parceria escola-agência), Raquel Segal é diretora de arte na NBS, Igor Pontes é redator na Heads e Gabriel Moraes já atuou como creative intern na CP+B (também dentro da parceira escola-agência).

 

VoxNews – Nessa campanha, especificamente, como foi o processo de criação?

Paulo André Bione – Nossos alunos têm uma aula chamada Student Competitions, uma disciplina onde eles exercitam vários briefings e ideias. Esta disciplina é capitaneada por dois professores: Luis Paulo Gatti e Pedro Rosas. Nessas aulas os alunos são instigados a pensar, pesquisar, debater e desenvolver. A inspiração veio de um meme da internet feito para Copa de 2018.

 

VoxNews – Quais os principais objetivos da Miami Ad School no Brasil?

Paulo André Bione – Desenvolver jovens criativos que são e serão o futuro da indústria da Comunicação.

 

VoxNews – As novas turmas começam ser formadas agora em outubro. O que esperar de mais um ciclo de alunos formados pela Miami Ad School?

Paulo André Bione – Em todas as empresas de comunicação que envolvem hoje criatividade e estratégia tem um ex-aluno ou ex-aluna da Miami. Fato repetido em várias cidades do mundo. Nosso diploma tem uma simbologia muito forte. Nele é desenhado “Asas” de flamingo. Acreditamos que a Miami é um Life-Changing Experience na vida de muitos jovens. Depois da Miami é voar e sonhar alto.